O Corpo Como Território

Como o corpo se coloca e se expressa nos variados territórios da cidade contemporânea? Como esse corpo interfere na maneira como percebemos a cidade?

Mesmo transitando por diferentes territórios urbanos ao longo do dia – territórios públicos, corporativos, festivos, congestionados, afetivos etc. –, há um espaço cujos limites não podemos abandonar: o nosso próprio corpo. Como esse corpo se coloca e se expressa naqueles vários e variados territórios? Como esse corpo interfere na maneira como percebemos a cidade? Questões como essas são discutidas no Brechas Urbanas – O Corpo Como Território.

Dançarina e artista visual, a baiana Clara Domingas compõe sua obra a partir do contato com a rua e o trânsito em diferentes cidades do mundo. Del Chaves, por sua vez, criou em 2014 o Slam Resistência, competição de poesia falada que acontece regularmente no centro de São Paulo e traz à tona diversos temas, principalmente os relacionados ao espaço urbano e às lutas sociais.

Além do debate, o encontro conta com a participação de outros poetas integrantes do coletivo Slam Resistência, como Mel Duarte, Mariana Feliz, Luz Ribeiro, Emerson Alcalde, Banks Back Spin e Monique Martins, mais conhecida como Amora Silvestre.

 

Aqui você pode assistir a cobertura completa:

 

 

Compartilhe:

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *